10 interações entre nutrientes e medicamentos que todo nutricionista precisa conhecer

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Nutri, imagine que durante a anamnese o paciente relate o uso de certos medicamentos e outras avaliações demonstram deficiência de algumas vitaminas e minerais… será que existe associação? 

A resposta é SIM, pode haver uma relação entre as deficiências nutricionais e o uso de fármacos. Pensando nisso, a Numax traz 10 interações que todo nutricionista precisa conhecer! 

 

  • Metformina x Vitamina B12

Foto seleção de fontes de proteína na cozinha

A metformina é comumente utilizada para o tratamento do diabete tipo II. A longo prazo, o medicamento pode reduzir a absorção da Vitamina B12, sendo necessário monitorar os níveis da cobalamina em pacientes com o uso contínuo do fármaco. 

Alguns estudos sugerem que isso acontece devido ao estímulo do fármaco à menor produção de ácido clorídrico no estômago, o que pode afetar a liberação do fator intrínseco – essencial para a absorção da Vit. B12. 

Além disso, a metformina pode afetar as células do íleo, parte do intestino responsável por essa absorção.  

 

  • Diuréticos x Potássio 

Foto grátis parte da mulher no banheiro

 

Alguns diuréticos podem aumentar a eliminação de potássio pela urina. Por isso, é importante monitorar os níveis desse mineral no organismo e, possivelmente, aumentar as fontes de potássio na dieta ou prescrever suplementos. 

Exemplos de fármacos que podem levar a uma excreção aumentada de potássio: Furosemida, Bumetanida, Torasemida, Hidroclorotiazida, Clortalidona e Indapamida. 

 

 

  • Varfarina x Vitamina K 

Foto doces em forma de coração vermelho em uma superfície branca

A varfarina é um anticoagulante, comumente utilizado em pacientes com risco de embolismo e na prevenção de doenças cardiovasculares. 

O medicamento age inibindo os fatores de coagulação dependentes da Vitamina K, por isso, um consumo excessivo dessa vitamina pode diminuir a eficácia do fármaco. 

A Vit. K está presente, principalmente, em vegetais verde-escuros, como brócolis, espinafre e couve. 

 

  • Levotiroxina e Cálcio 

Foto bela jovem sofrendo de dor na garganta, tocando uma zona inflamada no pescoço

A levotiroxina é um medicamento utilizado para o tratamento de distúrbios da tireoide, como o hipotireoidismo. 

O cálcio pode formar complexos com o fármaco no trato gastrointestinal – o que diminui a absorção do remédio. 

 

Por isso, é recomendado que a levotiroxina não seja utilizada em horários próximos a suplementações ou refeições com alto teor de cálcio. 

 

  • Antiácidos e Ferro

Azia no estômago. conceito de estômago insalubre. ilustração vetorial em estilo simples.

Antiácidos que contêm hidróxido de alumínio ou cálcio podem interferir na absorção de ferro. 

Isso acontece porque o hidróxido forma um complexo com os íons de ferro no trato gastrointestinal, reduzindo a biodisponibilidade e a absorção do mineral. 

 

 

 

 

  • Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO) e Tirosina 

 

Foto grátis salame e queijo

Alimentos ricos em tirosina, como queijos envelhecidos e embutidos (salame italiano, presunto, mortadela, salsicha…) podem interagir com fármacos IMAO, presentes em medicamentos utilizados no tratamento da depressão. 

 

A interação pode levar a um aumento perigoso da hipertensão arterial. Os Inibidores da Monoaminoxidase são representados pela Isocarboxazida, Moclobemida, Fenelzina, Selegilina e Tranilcipromina. 

 

  • Corticosteróides e Cálcio 

Foto aposentado aposentado homem sofrendo dor no joelho em casa.

Corticosteroides, como a prednisona, podem causar a perda de cálcio nos ossos a longo prazo. 

Isso porque, além de inibir a absorção e aumentar a excreção do mineral, os fármacos estimulam a degradação dos ossos e suprimem a atividade das células responsáveis pela formação óssea. 

 

 

  • Medicamentos hipoglicemiantes e álcool 

Foto grátis copos de coquetel

 

Fármacos desenvolvidos para controlar a hiperglicemia, como a insulina ou remédios orais, não devem ser consumidos em conjunto a bebidas alcóolicas. 

 

Isso porque, o álcool é metabolizado pelo fígado. Uma atividade aumentada da metabolização desta toxina  pode interferir na capacidade do órgão em liberar glicose e, assim, causar uma queda dos níveis de açúcar no sangue. 

 

  • Metotrexato e Ácido Fólico 

Foto grátis eczema de psoríase no pescoço do paciente

O metotrexato é um medicamento usado no tratamento de doenças imunes, como a artrite reumatoide e a psoríase, que pode interferir na síntese de ácido fólico no organismo. 

 

Sendo assim, é necessário monitorar os níveis de Vit. B9 em pacientes que fazem uso do fármaco para evitar sua deficiência. 

 

 

  • Anticoagulantes e Ômega-3 

Foto grátis cápsulas de óleo de peixe em uma tigela de vidro

Os ácidos graxos ômega-3 possuem efeito anticoagulante natural. Somados ao efeito do medicamento, podem aumentar o risco de sangramentos. 

 

Por isso, é importante ter atenção à dose da suplementação do lipídio e, também, no consumo de fontes alimentares de ômega-3 – como os peixes e crustáceos. 

 

Conta pra gente nos comentários se esse post foi útil para você! 

Compartilhe essa postagem

Outras Postagens